Informações, Notícias, Fatos & Boatos, Moda&Música e Etc&Tal

Pesquisa personalizada

domingo, 11 de setembro de 2011

Alerta vermelho para eles


Fique atenta a problemas de saúde que podem comprometer o desempenho do seu parceiro

A disfunção erétil é mais comum do que imaginamos. De acordo com artigo publicado no jornal “The Huffington Post”, cerca de 20% dos homens apenas nos Estados Unidos sofrem com o mal. Além disso, ter problemas para chegar ao orgasmo também é um fato recorrente, mesmo entre os que não apresentam nenhuma disfunção.
Saber quais os problemas que estão levando seu companheiro à falta de desejo pode ajudar a combatê-lo e retomar uma vida sexual mais satisfatória e sadia. Por isso, é importante saber que algumas doenças que aparentemente nada tem a ver com a libido podem estar minando a relação sexual de vocês.
- Estresse Oxidativo:

Os radicais livres podem destruir a produção de óxido nítrico (que ajuda a dilatar os vasos sanguíneos). Alguns medicamentos indicados para disfunção erétil podem aumentar o óxido nítrico no corpo, embora essas pílulas, muitas vezes, venham sem essa indicação de efeito colateral. Muitas pesquisas estão sendo feitas para encontrar um meio mais natural para melhorar a função dos vasos sanguíneos. O aumento de antioxidantes pode ajudar a manter o óxido nítrico em um nível saudável para o fluxo de sangue. Por enquanto, o que se sabe é que o DHA, componente presente no óleo de vários peixes, como o atum, tem a mesma função. Então, incluir esses alimentos na dieta pode ser um passo para combater o problema.
- Transtornos psicológicos:
A falta de testosterona pode levar a diminuição do desejo sexual e alguns antidepressivos, como inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRS), podem reduzir o nível deste hormônio. Caso seu companheiro tenha algo em seu histórico médico que pode estar afetando sua vida sexual, aconselhe-o a procurar um médico. Mesmo que ele ainda não tenha diagnosticado nenhum transtorno psicológico, algum trauma pode estar atrapalhando seu desempenho sexual. Acidentes de carro, perda de familiares há muito tempo, entre outros, podem tê-lo deixado com os nervos abalados.
- Diabetes, problemas cardíacos e/ou obesidade:
Qualquer uma destas condições de saúde podem afetar o fluxo de sangue e os níveis de hormônio, que precisam estar no pico de seu funcionamento no ato sexual. Novos pesquisas mostram que homens obesos com diabetes tipo 2, que perderam pelo menos 5% do peso, já mostraram aumento da libido e pararam de tomar remédios para disfunção sexual em apenas oito semanas. Ou seja, se seu companheiro está acima do peso, fique de olho: esta pode ser a causa da falta de desejo. Qualquer mudança de estilo de vida em busca de mais saúde pode ajudar a prevenir a disfunção erétil também. A receitinha a gente já conhece: atividade física regular, nada de cigarro e pouca bebida alcoólica, além da dieta alimentar balanceada.
VEJA TAMBÉM:




DIVIDA SUA OPINIÃO SOBRE ISTO COM SEUS AMIGOS!


2 comentários:

Sissym disse...

Olá!

Infelizmente varios fatores influenciam negativamente a vida sexual do homem. Psicologica, se estiver com estresse e outras preocupações, e remedios.

Eu sei de um caso, a pessoa confidenciou, que estava angustiado porque somava todos os problemas e que nem remédio (Viagra) para a disfunção fazia efeito. Ele tomava remedio para controle de colesterol, de dislexia, de coração, de depressão, e um casamento infeliz, então, a mistureba não podia dar em outra coisa senão falhas.

Beijos

Poliana Lima disse...

Oi estou seguindo com muito prazer...
Grande abraço e me visite se puder....

http://tudoentrenos.blogspot.com

O que Rolou de Bom por Aqui & Ai...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...